Estes são espectaculares!

Como acordar um cão!
Como acordar um cão!


Avó fica contente ao descobrir que afinal não recebeu um iPhone no Natal
Avó fica contente ao descobrir que afinal não recebeu um iPhone no Natal


Estudo afirma que o dono de gatos é mais inteligente do que o de cães
Estudo afirma que o dono de gatos é mais inteligente do que o de cães


Mãe encontra uma forma adorável para treinar com a sua filha
Mãe encontra uma forma adorável para treinar com a sua filha


British Airways mostra chegada tranquila a um dos aeroportos mais perigosos da Europa
British Airways mostra chegada tranquila a um dos aeroportos mais perigosos da Europa


 

 
 

Voluntários distribuem casinhas para animais abandonados

O número de cães e gatos nas ruas de qualquer cidade geram preocupação, ainda mais num período de frio, quando os animais sofrem com a falta de abrigo. Em Passo Fundo, no Norte do RS, Brasil, um grupo de voluntários se mobiliza para amenizar essa situação.

Djonny Furlan é um desses voluntários. Ele aproveitou a experiência de mais de 20 anos como marceneiro para construir casinhas.

“Como os cães abandonados vinham se acolher embaixo da aba da nossa casa, a gente resolveu fazer uma casinha para ele”, conta, detalhando que usa madeira e caixas de leite doadas para construir os abrigos.

Aos poucos a ideia foi espalhando-se por outras vizinhanças. Após cerca de um ano, mais de 30 casinhas foram espalhadas por diferentes bairros da cidade.

Os moradores ficam responsáveis pela limpeza e cuidados com os cães da comunidade. “Eu me dedico para eles quase que integralmente, o dia inteiro. Tenho cinco em casa, daí cuido desses aqui da rua”, conta a aposentada Estela Vanzo Fornasier.

“Boto água limpinha. Os cachorrinhos são todos bem tratados, vacinados, castrados, então é tranquilo cuidar deles”, afirma Estela.

O projecto é divulgado pelas redes sociais, por onde também são procurados voluntários. A regra número um é que as casinhas sejam colocadas onde existe garantia de que alguém cuidará dos animais.

“Essa pessoa é responsável por alimentá-lo, por trocar água, que tem que ser trocada diariamente, pelas vacinas do cão, por castrar, e pela manutenção da casinha”, afirma a secretária Claudete Mello.

Expansão responsável

Segundo Claudette, a responsabilidade do cuidado com os animais garante que o projecto funcione. Com isso, já planeia uma expansão. “A gente pretende instalar em torno de 100 casinhas nas comunidades mais carentes”, projecta.

A ideia, no entanto, é de que os animais sejam abrigados nas casinhas apenas de forma temporária, para que possam encontrar um lar.

“Percebemos que eles estão bem felizes, porque quando chove eles têm o cantinho deles para ir. Procuramos castrar todos, vacinar. Agora tem bem menos cães do que a gente tinha há uma semana, e a nossa expectativa é continuar doando para que eles não fiquem aqui, porque aqui é provisório para eles”, acrescenta Claudette.

Não existe legislação específica em Passo Fundo para a instalação desse tipo de casinhas. A Secretaria de Transportes e Serviços Gerais orienta que a prefeitura seja procurada para que haja uma avaliação, para evitar problemas.

 

Classifica este Vídeo!
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
  10 

 



Visualizações: 361  -  Data: 08.07.2018 17:40  -  Votação: 0.00
Palavras Chave:  


 

 

Autor:

Comentário:
Não existem comentários para este vídeo

 

Criação por João Fernandes - jpedrofernandes.com
Desenvolvimento de Portugal Na Web - portugalnaweb.com
Copyright video-divertido.com todos os direitos são reservados © Politica de privacidade - 2006-2018